15991263468
(15) 3212-8000
Youtube
Notícias
Como tirar o certificado internacional de vacinação contra febre amarela para viagens

O Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia (CIVP) é um documento importante na hora de viajar que nem todo mundo conhece. Visto, passaporte… estes a maioria já sabe o que é e como conseguir, mas e o CIVP? Além de um documento obrigatório para entrar em alguns países, ele também é importante para garantir sua saúde e segurança.

O certificado nada mais é do que um documento que atesta oficialmente que você tomou a vacina contra alguma doença, sendo a febre amarela a mais comum. Ele é exigido para turistas que tem destino a alguma aérea com risco de transmissão da doença ou para os que são provenientes de áreas endêmicas.

A vacina pode ser tomada gratuitamente em qualquer posto de saúde, mas nem todos os lugares que têm a vacina emitem o CIVP. Confira quais postos oferecem a imunização contra febre amarela na sua cidade, tome a vacina e guarde o comprovante de vacinação. Caso o posto que você escolheu já emita o certificado fica tudo mais fácil, dá para resolver tudo no mesmo dia e no mesmo lugar.

São 88 Centros de Orientação de Viajantes aptos a emitir o CIVP em todo o Brasil. A lista completa pode ser consultada no site da Agência Nacional e Vigilância Sanitária (Anvisa). É só levar o comprovante da vacina contra febre amarela, que vai estar no seu Cartão Nacional de Vacinação, e um documento oficial de identificação com foto (para menores de idade, a certidão de nascimento também serve). Verifique se seu comprovante tem nome, fabricante e lote da vacina. O documento também precisa conter o nome e assinatura de quem aplicou a vacina, a data em que ela foi tomada e a identificação da unidade de vacinação. Você deve comparecer pessoalmente para tirar o CIVP, o documento não pode ser feito ou retirado por parentes ou amigos. Se cadastrando antecipadamente no site da Anvisa, o atendimento nos Centros de Orientação ao Viajante é mais rápido.

É necessário tomar a vacina no mínimo dez dias antes de viajar. A imunização dura dez anos, depois deste tempo é só tomar a vacina de reforço, sem necessidade de esperar tempo algum antes de viajar.

A Anvisa recomenda a imunização contra febre amarela para todos os viajantes que vão para áreas consideradas de risco, mesmo que a vacina não seja oficialmente exigida. Para saber que lugares e países que são considerados regiões de risco, confira a lista no site da Organização Mundial da Saúde (OMS). A primeira coluna indica os países onde existe risco de transmissão da doença; a segunda, lista os países que exigem o certificado de turistas provenientes de países com áreas endêmicas; e a terceira aponta os países que exigem o CIVP de todos os turistas. Os países com aéreas endêmicas ficam no continente africano e nas Américas.

No Brasil, são 13 estados nos quais a vacina é recomendada em todos os municípios: Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima, Distrito Federal, Goiás, Tocantins, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Maranhão e Minas Gerais. No estados do Maranhão, Piauí, Bahia, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul alguns municípios recomendam a imunização, normalmente os do interior, na região litorânea do país a vacina não é recomendada. Para o Rio de Janeiro, Espírito Santo, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Alagoas e Sergipe não existe recomendação. Veja no mapa.



Para outras doenças, a OMS recomenda primeiro que o viajante tenha tomado todas as vacinas de rotina (como, por exemplo, as vacinas contra tuberculose, poliomelite e hepatite B). O turista deve planejar antes, conferir se seu destino é aérea de risco de alguma doença para a qual existe imunização e avaliar se precisa ou não se imunizar. Não existe nenhuma outra vacina obrigatoriamente exigida de turistas, mas é necessário se informar sobre os riscos do seu país de destino, pois existem doenças que muitas vezes são desconhecidas no Brasil e comuns em certas regiões, como por exemplo a Encefalite Japonesa, comum em aéreas rurais de plantação de arroz em toda a Ásia. No site da Anvisa é possível verificar as recomendações para viajantes sobre doenças e vacinas para cada país.

Fonte: Aeroporto de Guarulhos
Av. Dr. Afonso Vergueiro, 1809 – Centro – Sorocaba – SP
Copyright © Todos direitos reservados a Bittar Administradora e Corretora de Seguros